[Resenha] O Sangue do Olimpo

Autor: Rick Riordan
Páginas: 432
Editora: Intrínseca
Nota: 

Com o final de A Casa de Hades os 7 heróis da profecia precisarão chegar até Atenas e deter o despertar de Gaia enquanto Reyna, Nico e o treinador Hedger viajam pelas sombras até o Acampamento Meio Sangue para devolver a Atenas Paternos e, dessa forma, evitar a guerra com o Acampamento Júpiter. É claro que isso não será fácil, no caminho eles encontrarão várias dificuldades e o fato dos deuses estarem com suas personalidades gregas e romanas em conflito não ajudará em nada. 

Sem dúvidas esse foi o livro que eu estava mais ansiosa para ler, minhas expectativas no Rick sempre aumentam de um volume para o outro e por isso eu tinha certeza de que iria amar o desfecho da serie e foi isso que aconteceu. Eu gostei do final que todos os personagens tiveram e me diverti bastante lendo, Percy Jackson por si só sempre resulta em boas gargalhadas, ficando amigo do Leo Valdez então... Já viu. 

Eu fiquei chateada por não ter ponto de vista do Percy e nem da Annabeth, principalmente porque eu não gosto do Jason. Mas acabou que isso não influenciou tanto como eu pensava porque as situações que se passam de uma maneira que envolvem todos. Apesar de não gostar do Jason, como acabei de citar ali, ele finalmente evoluiu um pouco nesse livro e eu tenho certeza que o Rick percebeu o bullying que os leitores faziam com o ele sobre os inúmeros desmaios, pois ele cita isso em algumas partes e foi é bem engraçado.

"Não tenho ideia de como estou fazendo isso — disse Jason.  
— Ok — Disse Percy  Bem, tente não desmaiar. 
 — Cale a boca, Jackson."

Continuando sobre os pontos de vista eu me surpreendi muito com os da Reyna! Os do Nico eu sabia que iria gostar porque amo o Nico, mas a Reyna? Não esperava tanto e acabaram sendo os meus preferidos! Ela foi a rainha do livro para mim (chora Piper) e poder conhecer sua história melhor me fez achar ela única.

"Ela se obrigou a sustentar o olhar do gigante. — Eu não me defino pelos garotos que podem ou não gostar de mim."

Uma das maiores alegrias que tive foi que todos os personagens apareceram e isso significa que: Caçadoras de Ártemis!

                     "Pegamos emprestados de vcs uma pretora romana.
                      Será devolvida são e salva.
                      Fiquem quietinhos ai.
                      Senão matamos vcs.

                       Bjs,                                
                       As Caçadoras de Ártemis."

Melhor que elas só as Amazonas e elas também aparecem! E quem ainda não leu terá uma grande surpresa com a nova líder das Amazonas, digo apenas disso. 

A batalha final eu achei que deixou a desejar um pouco, para finalizar o último livro eu pensei que seria algo bem grandioso e acabei me frustrando nesse ponto, não foi ruim, apenas esperava mais. O Rick mais uma vez foi extremamente troll e eu queria muito comentar com vocês o que exatamente ele fez, mas seria spoiler, então se alguém que já tiver lido e quiser tirar as angustias de uma garota (eu) pode vim conversar comigo sobre aquele final daquela pessoa...

Dei cinco estrelas, não chegou a ser o meu livro preferido da serie mas achei que concluiu muito bem, agora só me resta a saudade e a esperança de um dia encontrar o Riordan e forçar ele a me contar o que aconteceu após o fim do livro com cada personagem (momento Hazel Grace). E ah, ler a nova serie de Mitologia Nórdica. 

Reign


Oi, gente! Hoje eu vim falar de um assunto diferente, em vez de livros vim indicar uma serie para vocês que sou apaixonada desde o ano passado.

Reign é uma serie histórica sobre a Rainha Mary da Escócia em 1542, por ser baseado em fatos que realmente aconteceram vou fazer um pequeno resumo do contexto para ficar mais fácil de entender.

Mary herdou o trono aos 6 anos após a morte do seu pai e devido sua pouca idade o governo foi disputado entre sua mãe, Marie de Guise, e Jaime Hamilton. Jaime acabou conseguindo o poder e uma das suas ações foi estreitar os laços com a Inglaterra e chegou a prometer a mão de Mary em casamento ao filho de Henrique VIII. 

Mas, em 1554 Marie de Guise volta ao governo, naquela época estava acontecendo a Reforma Protestante e por ser Católica e se recusar a romper com a Roma a Inglaterra fica enfurecida e tenta sequestrar Mary para conseguir o domínio da Escócia. Marie de Guise forma uma aliança com a França para manter a segurança de sua filha e é ai começa nossa serie!


A Aliança consiste que Mary deverá casar com o próximo Rei da França, que no caso é o Francis, e dessa forma unir as duas nações. Mary fica escondida em um convento até ter idade suficiente, então parte para França e conhece o seu futuro marido.

Porém, muita coisa aconteceu nos anos que Mary ficou escondida e o acordo está desestabilizado, a França enfrenta novos perigos e uma aliança com a Escócia não é favorável. Mary pode ser uma rainha mas sem poder isso não significa nada, ela terá que encontrar uma forma de proteger seu país e não decepcionar o seu povo.

Junto a isso ela terá que aprender a lidar com a Rainha Catherine que se torna uma forte inimiga e tentará impedir a todo custo o casamento do seu filho após o vidente do castelo prever a morte dele por causa da Mary.

As partes das visões dão um ar de mistério que desde o primeiro episódio você fica se perguntando o que vai acontecer, eu acabei indo parar na wikipedia para descobrir se elas tinham fundamento hahaha. Além disso, tem uma personagem que deixa a serie com um pouco de suspense, não posso falar muito dela mas se vocês assistirem com certeza irão entender! 

É claro que tem romance, e para minha tristeza tem triângulo amoroso, para minha alegria ele não dura. 

Resumindo, sou um pouco suspeita para falar porque amo História, principalmente tudo relacionado ao absolutismo, mas essa serie deve ser assistida! A trilha sonora é incrível, os cenários e figurinos são lindos, tudo é bem construído e só tem uma temporada até agora, ou seja, dá para assistir em um dia e depois vir conversar comigo e me fazer feliz! :D

TAG: Qual é o livro?

library

Oi, gente! Hoje vim fazer uma tag que a Isa do blog Na Estante da Biblioteca me indicou.
Consiste em vocês tentarem descobrir qual é o livro que eu estou me referindo através das perguntas que irei responder. Achei muito legal, espero que vocês também gostem e consigam adivinhar o meu!

REGRAS:
Ir até sua estante e escolher um livro, de olhos fechados. Não vale roubar!
 Responder às 10 perguntas e indicar 10 blogs.

I) Quantas páginas tem o livro?
334

II) Qual a cor predominante na capa?
Marrom clarinho e um pouco de azul.

III) Qual a editora?
Novo Conceito.

IV) Qual o gênero?
Romance.

V) Faz parte de uma trilogia/saga?
Não.

VI) É autor ou autora?
Autora.

VII) É de autor(a) brasileiro?
Sim.

VIII) É um livro muito conhecido?
É conhecido, mas não muito.

IX) É um best-seller?
Não.

X) Tem adaptação cinematográfica?
Não. Mas daria um ótimo filme.


Blogs indicados:

Indiquei os 10 blogs, mas caso alguém queira participar também se sinta indicado! 
Agora me contem se vocês conseguiram acertar! :


[Resenha] Como Viver Eternamente

Autora: Sally Nicholls
Páginas: 230
Editora: Geração
Nota: 

Sam foi diagnosticado com leucemia quando tinha 6 anos e desde então a doença tende a acompanhá-lo. Ele teria todos os motivos do mundo para ser uma criança triste e reclamar da vida, mas ao contrário disso ele é sonhador, gosta de colecionar histórias e fatos, se divertir com seu amigo Felix e descobrir coisas novas.

É um menino bastante curioso, mas se sente frustrado com a falta de respostas para suas perguntas, principalmente as que são relacionadas a morte. Ele decide então escrever um livro sobre ele, sobre sua doença, medos, alegrias, ideias e nos faz conhecê-lo melhor e viver suas aventuras.

E que aventuras! Eu achei que seria um livro triste, mas me divertir bastante com as travessuras do Felix e Sam que antes de qualquer coisa são apenas dois garotos comuns.

Posso dizer que esse livro me ensinou muita coisa, mas o principal foi a não desistir dos meus sonhos. Se você quer é algo então faça, não espere e não sinta medo, como pode conseguir algo sem ao menos tentar?

Também é lindo o amor familiar que a autora explora no livro, o pai e a mãe do Sam tem comportamentos diferentes um do outro, cada um lidar com a situação da sua maneira e o livro nos faz entender o porquê e nos mostra que às vezes, não é porque não demonstramos que não sentimos.

Acho importante comentar que apesar da história ser comovente não é apelativo e eu realmente dei valor a isso, não gosto de livro forçado que quase nos obriga a chorar. 

É uma leitura rápida, os capítulos são curtinhos e possuem ilustrações e listinhas feitas pelo Sam, o que se torna parecido a um diário e faz a gente se sentir ainda mais próximo a ele.

Indico bastante! Todo mundo deveria ler esse livro e não ficarei sossegada até fazer alguém lê-lo! Nem que para isso eu precise emprestar o meu (vejam quão grave é a situação).

Espero que tenham gostado. :)

[Resenha] Correr ou Morrer


Autor: James Dashner
Páginas: 426
Editora: Vergara & Riba
Nota: 

Ao acordar dentro de um elevador escuro e em movimento sem lembrar-se de nada que aconteceu antes daquele momento, Thomas não tem a menor ideia de para onde está sendo levado, a situação fica ainda mais confusa quando o elevador finalmente para em uma clareira e é recebido por outros vários garotos que ocupam uma faixa etária entre 12 e 18 anos. 

Apesar de serem muitos nenhum consegue dar uma explicação completa a Thomas do porquê estão ali, só o que podem afirmar é que, de alguma maneira, a cada 30 dias um novo garoto é entregue a clareira da mesma forma.

Chateado com a escassez de de informação ele começa a explorar o local e se depara com enormes paredes de pedra que levam até um labirinto, que cerca toda a clareira, e logo descobre os vários perigos que lá existe. Um exemplo são os Grievers, criaturas que podem deixar qualquer um que entrar em seu caminho bem mal.

Mesmo assim existem os runners, os corredores, um grupo que sempre tenta resolver o labirinto pois, acredita ser a única solução que poderá levá-los de volta para suas casas e Thomas se sente estranhamente atraído a fazer parte deles, algo nele diz que é capaz de ajudar.

E uma ajuda não seria nada ruim depois que, quebrando todas as regras, o elevador aparece trazendo uma menina, a primeira. E ela carrega um recado de que "tudo vai mudar agora".

Sabe aqueles livros que você ler sem a menor expectativa e acaba sendo uma ótima surpresa? Foi o meu caso com "Correr ou Morrer", de principio achei a história confusa e fiquei com medo de ler algo sem sentido e que torna-se a leitura cansativa. Após vários meses relutante acabei cedendo e aplaudi de pé o autor. 

O começo é mesmo confuso, mas ser confuso se tornou um ponto positivo, pois, não fazemos ideia do que está acontecendo igual aos personagens e quando aos poucos eles vão ficando ciente e montando o quebra-cabeça que é o labirinto, nós estamos fazendo a mesma coisa! 

O final é surpreendente e torturante, o epílogo pegou meus sentimentos e os massacrou. Agora só resta ler o segundo.

E está para sair o filme e o trailer ficou fantástico então vou colocar aqui porque vale a pena conferir! :)

                    

Playlist nacional para ouvir lendo!


Oi, gente! Vim postar outra playlist, como fiz na semana passada, para quem gosta de ler escutando música. Dessa vez serão apenas músicas nacionais porque já faz um tempinho que queria compartilhar com vocês essas bandas que eu amo!

 Pose - Engenheiros do Hawaii (acústico) 

               

All Star Azul - Nando Reis

               

Carinhoso - Marisa Monte e Paulinho da Viola

             
               

Epitáfio - Titãs

               

Refrão de Bolero - Engenheiros do Hawaii

              

Eu Sei - Papas da Língua

              

Você - Os Paralamas do Sucesso

               

Aonde Quer Que Eu Vá - Os Paralamas do Sucesso

              

Timidez - Biquíni Cavadão

              

Garganta - Ana Carolina

             

Camila Camila - Nenhum de Nós

           

Tédio - Biquíni Cavadão

            

Metamorfose Ambulante - Raul Seixas

           

Pensando Em Você - Paulinho Moska

           

Coisas Que Eu Sei - Danni Carlos

           

Paciência - Lenine (Acústico)

           

E ai? Gostaram? Espero que sim! Me contem e aproveitem e indiquem outras bandas e cantores nacionais que vocês gostem! :)

[Resenha] A Escolha

Autora: Kiera Cass
Páginas: 352
Editora: Seguinte
Nota: 


O grupo da Elite foi reduzido e agora apenas quatro garotas continuaram na disputa que está cada vez mais acirrada. Maxon terá que fazer uma escolha mas não será o único, America ainda está indecisa sobre seus sentimentos e precisará decidir que caminho deve seguir, principalmente quando descobre que suas decisões podem influenciar os rebeldes e o destino da sociedade. 

Por se a garota mais impulsiva que se encontra no castelo a antipatia do Rei por ela piora cada vez mais e querendo ou não é ele quem manda e pode por fim em tudo lá dentro, inclusive na Seleção. Então o que é mais importante? Fazer o que o Rei quiser e ficar segura ou arriscar e ter o perigo de perder tudo?

Quando terminei de ler A Elite eu estava bem desanimada com o romance em si do livro, até comentei aqui que senti raiva de todo mundo: da America, do Maxon, do Aspen, da Celeste, do Rei e principalmente da Kiera. O que me prendeu na história foi o lado distópico que mesmo ficando em segundo plano me deixava bem intrigada sobre como seria o desfecho.

Então, quando fui ler A Escolha esperava uma serie de explicações sobre as partes que ficaram em aberto no segundo livro e acabei me desapontando nesse sentido, apesar de ter entendido melhor quem são os rebeldes o final não ficou concreto e deixou a desejar, motivo pelo qual não marquei como cinco estrelas.

Por outro lado, a parte romântica se elevou e fez com que eu realmente gostasse. Fiquei apegada as concorrentes, todas me surpreenderam e passei a entender melhor o comportamento de cada uma delas, a Kiera explorou a amizade, o perdão e a confiança, e eu achei essa uma das partes mais bonitas.

Minha opinião sobre a America não mudou, ainda a acho uma chata e para continuar a tradição teve várias cenas que sentia vontade de dar alguns tapas nela, mas no geral dei valor as suas ações que acabaram sendo úteis. 

O livro é ótimo, devorei ele e me senti um fantoche pois conseguiu mexer comigo em algumas partes, senti tristeza com alguns acontecimentos e em outros estava na maior gargalhada. Então, indico a todos que já leram os outros dois, e caso não tenha ainda da tempo de começar ;)

"Isto não é um ''felizes para sempre''. É muito mais que isso."


[Resenha] Um Perfeito Cavalheiro


Autora: Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Nota: 

Sophie Beckett é filha ilegítima do Conde Richard Gunningworth, apesar dele nunca ter admitido isso, quando sua mãe morre ela acaba sendo deixada na porta da mansão do conde e ele passa a cuidar dela como sua pupila, mas a semelhança entre os dois é inegável e todos sabem quem Sophie realmente é. 

Os anos se passam bastante solitários para Sophie, que apesar de ter todas as coisas materiais que precisa para viver não tem o carinho do pai. A situação piora quando o conde casa-se novamente e leva sua nova esposa, e as filhas dela, para morarem com eles; por um momento Sophie pensa que poderá ser feliz e aceita na nova família mas quando a madrasta percebe sua verdadeira posição passa a atormenta-la e a torna uma empregada, praticamente escrava, da casa quando o Conde morre.

Vendo todo o maltrato que a menina é obrigada a suportar os criados da casa resolvem ajuda-la a ter ao menos uma noite digna e arrumam tudo para leva-la, as escondidas, ao baile de Lady Bridgerton que é um dos maiores eventos da Temporada de Londres.

Com um vestido prateado e uma máscara que impede que descubram sua identidade Sophie consegue ir ao baile e lá conhece Benedict, é necessário pouco tempo para que se sintam atraídos um pelo outro, mas quando um som avisa que é meia-noite Sophie precisa ir embora e foge de Benedic deixando-o sem explicações e com uma luva esquecida que ele usa no outro dia, e nos próximos seis meses para encontrá-la.

Apesar de suas classes sociais tão diferentes com o tempo seus caminhos se cruzam novamente e uma escolha entre a Dama de Prateado e a Filha Bastada do Conde terá que ser feita.

Obviamente todo mundo achou essa história um tanto familiar, o livro é baseado em um dos maiores contos de fadas que é Cinderela e já começou me encantando a partir disso. Foi o primeiro livro da Julia Quinn que li e faz parte de uma serie, esse é o terceiro, mas pode ser lido sem os outros.

Uma das coisas que mais gostei foi que todos os capítulos são iniciados com um trecho de uma colunista, a Lady Whistledown, que escreve sobre todas as pessoas da alta sociedade do livro e conhece todos os segredos que cercam a cidade, mas ninguém sabe quem ela é. Estou curiosa até agora para saber quem é, espero que a Julia Quinn revele nos próximos livros.

Também gostei da forma como foi retratado os problemas e o amor familiar, além de desigualdade e coisas que hoje achamos ser absurdas mas que nos séculos passados eram altamente comum. Fiquei bem revoltada em algumas cenas e fiquei querendo que a escritora tivesse mudado, mas se ela tivesse feito isso não teria sido tão real.

Então, indico muito esse livro para quem gosta de romances de época, a narrativa e a escrita são envolventes e com certeza fará vocês sentirem muita coisa. :)







Livros para o dia das mães!



Sempre que tem qualquer aniversário ou feriado em que temos que comprar presente eu reclamo falando que todo mundo devia ser como eu, afinal, sou bem fácil de se presentear, basta me dar um livro.

Então esse ano estou fazendo uma especie de experimento e darei apenas livros nessas ocasiões e como o dia das mães é o próximo eu fiz uma listinha com algumas sugestões caso algum de vocês queira tentar fazer a mãe entender esse nosso vicio por literatura. :E ainda dá para pegar emprestado delas depois, haha! :)

LISTA DE LIVROS:



       Um dia                                A Última carta de amor          Diário de uma Paixão        A Rainha Branca

 O diário de Anne Frank         Por favor, cuide da mamãe  A culpa é das estrelas       Feliz por nada


    O lado bom da vida            Extraordinário                  Fiquei com seu número       Um perfeito cavalheiro


E ai? Gostaram? Já leram esses livros? Me contem! 

Playlist para ouvir lendo!


Oi, gente! Hoje vim mostrar para vocês uma nova coluna aqui no blog que mistura duas das coisas que eu mais amo: livros e música. Eu sei que são bem diferentes as opiniões sobre ler enquanto escuta música, algumas pessoas amam e ficam mais relaxadas dessa forma enquanto outras não conseguem se concentrar nas duas coisas ao mesmo tempo e acaba tento a leitura atrapalhada.

Eu mesma prefiro ler com calma e no silêncio, mas as vezes quando encontro uma música que lembre a história gosto de coloca-la de fundo para servir como trilha sonora e dessa forma ter um filme direitinho na minha cabeça. 

Alguns livros vêm com sua própria playlist e acho isso bem legal, então acabei tendo essa ideia de fazer uma coluna semanal com playlist para ouvir lendo até mesmo porque mesmo que vocês não gostem de fazer isso eu acho que vai ser interessante para conhecer novas bandas e artistas. :)

Então vamos começar com a primeira playlist do blog!

NEVER KNOW - ELIZABETH HUETT 

1901 - BIRDY

BABY BLUE EYES - A ROCKET TO THE MOON 

SAFE AND SOUND - TAYLOR SWIFT FEAT. THE CIVIL WAS

THE A TEAM - BIRDY (COVER)


SMALL BUMP - ED SHEERAN

HAPINESS - THE FRAY (COVER)


TRUE LOVE - S.O.J.A.

POISON & WINE - THE CIVIL WARS

A DROP IN THE OCEAN - RON POPE

THE REINDEER SECTION - CARTWHEELS

 NOT ABOUT ANGELS - BIRDY (faz parte da trilha sonora de TFIOS!)

E ai? Gostaram? Que tipo de músicas vocês gostam de ouvir? Me indiquem algumas! O estilo de hoje foi mais calmo, mas gosto de tudo um pouco. :)

Tag: Primeiro e último livro lido



Oi, gente! Estava olhando algumas postagens do blog naestantedabiblioteca e vi essa tag e achei bem legal e como a Isadora falou que qualquer pessoa poderia responde-la se quisesse aqui estou eu! Hahaha.

As regras são bem simples: vou contar qual foi o primeiro e último livro que li e em seguida responder cinco perguntas. 
                                   PRIMEIRO LIVRO:

A GAROTA AMERICANA - MEG CABOT

Minha irmã pegou esse livro emprestado de uma amiga dela e nunca devolveu, não sei nem se ela chegou a ler para ser sincera, um dia eu encontrei e achei a capa muito bonita e gostei da sinopse e comecei a ler e fiquei um pouco obcecada, acabei terminando no dia seguinte e foi o primeiro livro "grande" que li, foi o que me fez amar a leitura e até hoje ele é um dos meus favoritos. (E até hoje ele está aqui em casa, minha irmã roubou da amiga e eu roubei da minha irmã, rá!)

A história conta o cotidiano da Sam, que leva uma vida bem normal e ama fazer desenhos, até que um dia ela acaba salvando, acidentalmente, a vida do Presidente dos Estados Unidos e isso faz sua vida virar de pernas pro ar, ela é nomeada embaixadora juvenil da ONU e agora é amada por todo o país, inclusive pelo filho do Presidente.






                        
                                     ÚLTIMO LIVRO:  


THE MAZE RUNNER - CORRER OU MORRER

Já comentei sobre esse livro, ele foi o meu último de Abril e demorei um pouquinho nele porque estava com o tempo curto e ele é bem grandinho, mas é muito bom e realmente todo mundo devia ler, indico bastante!



Vai lançar o filme dele e caso alguém ainda não tenha visto o trailer é só clicar aqui!                                                                             


PERGUNTAS:

1. Já comprou algum livro pela capa?
Vários. Sei que não se julga um livro pela capa, mas às vezes é tão linda que sinto a necessidade de ter na minha estante! É uma questão de saber apreciar uma arte, gente! Hahaha. 

2. Gosta de literatura brasileira?
Muito. Sempre tento encontrar novos livros brasileiros para ler, me identifico mais com as personagens nacionais pois a rotina delas é bem mais semelhante a minha do que os personagens de livros estrangeiros. Não falo só dos clássicos, têm muitos livros de todo os estilos que acabam ficando esquecidos aqui.

3. Tem o costume de ler e-books? Por quê?
Tenho. Eu não gostava de e-books, sempre ficava com dor de cabeça quando lia pelo computador, mas sempre li porque a quantidade de livros que desejava era maior que meu dinheiro, mas desde que ganhei meu Kindle meu amor por e-books se tornou gigante, não vivo sem agora! 

4. Prefere ler sagas ou livros únicos?
Eu sou mais apegada a sagas, pois geralmente a gente acaba crescendo com os personagens e é bom ter aquela ansiedade enquanto espera o próximo livro ser lançado (Blood of Olympus oi) e a surpresa enquanto ler, não sei explicar direito. Mas eu gosto muito de livros únicos para histórias de romance do tipo "água-com-açúcar" pois esse gênero muitas vezes acaba ficando sem história para outros livros.

5. Já deixou ou esqueceu de fazer algo de tão concentrado(a) que estava em uma leitura?
Quando estou muito concentrada em um livro eu esqueço de tudo ao meu redor, o que mais reclamam comigo aqui em casa é quando fico sem comer porque estou lendo. Mas poxa... Só mais um capítulo e vou almoçar, mãe! 

Então, gente, espero que vocês tenham gostado e qualquer pessoa que estiver lendo isso agora se sinta à vontade para responder a tag! E me contem se minhas respostas são parecidas com as suas ou se são diferentes! :)






Lidos em Abril e metas para Maio!

Lidos em Abril:



Esse mês não consegui ler tudo da minha meta e cada vez mais sinto saudades das férias, mas apesar de não ter sido muito foram bons e vou mostrar para vocês um pouquinho deles e depois farei resenha!

Azul da Cor do Mar começou o meu mês, quando vi esse livro na livraria não pensei duas vezes, fiquei apaixonada pela escrita da Marina Carvalho depois de ler Simplesmente Ana. 
Conta a história de Rafaela que desde a infância carrega a imagem de um garoto com uma mochila xadrez que viu na praia certa vez, os anos se passaram mas ela nunca conseguiu esquece-lo, um exemplo disso é que ela sempre se comunica com o menino através de cartas, que nunca são respondidas. Apesar dessa situação a vida de Rafa é bem comum, ela cursa Jornalismo e acabou de conseguir um estagio na Folha de BH, tudo está dando certo na sua vida profissional, tirando o seu novo colega de trabalho que pelo visto não foi muito com a cara dela. Situações começam a acontecer e talvez o melhor seja Rafa deixar sua obsessão no passado.

Lonely Hearts Club era um livro que estava com muita vontade de ler, por mais que não seja louca pelos Beatles nem nada do tipo eu amo livros que envolvam música e contenham sua própria playlist, músicas que são temas de capítulos e essas coisas do tipo, sabem? Então estava com grandes expectativas quando comecei a ler.
É sobre um grupo de garotas que está decidida a não namorar por um bom tempo, cansaram dos garotos que as magoavam e agora querem amar a si mesmas em primeiro lugar, juntas elas montam o Lonely Hearts Club, título autoexplicativo. O nome do Club foi inspirada nessa música.

Gatos, fios-dentais e amassos, se alguém aqui ainda não assistiu o filme desse livro pare o que estiver fazendo e vá ver agora! É um dos meus filmes favoritos e se você estiver triste é a melhor hora para ver pois no final você estará se acabando de rir. Sério. Muito bom. O livro por outro lado  é basicamente o cotidiano de Georgia e as dificuldades de ser adolescente, um diário. Sinceramente foi um dos poucos casos em que preferi o filme ao livro.

A Rosa de Inverno foi o primeiro Romance Histórico que li da Patricia Cabot e já fiz resenha aqui! Gostei muito de ler e agora pretendo ler outros nesse estilo. 

Eu Me Chamo Antônio acabou sendo uma surpresa boa no meu mês, ele veio para cá (Natal-RN) em uma sessão de autografo que eu não pretendia ir, mas como era no mesmo dia e local da Turnê da Intrínseca e ainda faltava muito tempo pra começar acabei indo com alguns amigos. Amei conhece-lo e o livro trouxe uma sensação boa para mim enquanto lia, melhor mistura de arte e poesia.

Correr ou Morrer fechou o mês e preciso dizer: Que livro foi esse?! Eu ainda estou sem palavras, o melhor adjetivo que acho é "labirinto" porque o enredo é assim, quando você pensa que descobriu algo tudo muda e o autor te surpreende com um caminho que você ainda não tinha imaginado.
O livro é sobre Thomas que perde sua memória e acorda em uma clareira, um lugar onde todo mês um garoto na mesma situação de Thomas é deixado, ninguém consegue explicar o porquê disso, tudo que fazem é tentar sobreviver aos perigos do lugar e tentar achar uma saída através de um labirinto que cerca a clareira. Um dia após a chegada de Thomas, quebrando todas as regras da rotina, uma garota aparece com um recado de que tudo vai mudar. E muda mesmo.

Metas para Maio!


Vocês já leram algum desses livros? Contem para mim! :)

Lançamentos e 3ª Turnê da Intrínseca

Oi, gente!
Quinta-feira passada (24/04) aconteceu a terceira turnê da Intrínseca aqui em Natal e igual ao ano passado foi maravilhoso! É muito bom quando a editora se mantem próxima dos leitores e fazem momentos como esses em que podemos discutir os lançamentos, fazer perguntas e dar sugestões. Vou mostrar para vocês os lançamentos deste semestre!

LANÇAMENTOS - SEGUNDO SEMESTRE:


 CLAROS SINAIS DE LOUCURA
  Karen Harrington

                  Amor pode ser uma palavra-problema para
algumas pessoas. Loucura também.
Eu sei bem disso.

Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário. Sua melhor amiga é uma planta. E ela não conhece a mãe, que vive longe da família desde que a filha tinha dois anos. A vida toda Sarah e o pai se mudaram de uma cidadezinha para outra no Texas, e em nenhuma delas a menina se sentiu em casa.
Tudo isso, porém, muda quando Sarah inicia uma investigação sobre o Grande Segredo da família. Ao fazer amigos inesperados e se apaixonar pela primeira vez, em vez da chatice típica de suas férias, ela pode acabar tendo o verão mais extraordinário de sua vida.



 SEMIDEUSES E MONSTROS
Organização e introdução de Rick Riordan

Qual deus grego é o melhor pai?
Seria legal se tornar uma caçadora de Ártemis?
Por que tantos monstros optam por
empregos no comércio? 

Conheça mais sobre o universo de Percy Jackson, em que deuses convivem com humanos, monstros gerenciam lanchonetes e qualquer pessoa pode se tornar um herói. Você vai saber por que Dionísio talvez seja o melhor diretor que o Acampamento Meio-Sangue poderia ter; por que, mesmo sem termos que enfrentar manticores e minotauros, conhecer mitologia pode nos ensinar a lidar com os problemas, e por que Quíron não gosta de festas e de paintball como o restante de sua família.
Semideusas e monstros é uma reunião de ensaios interessantes e divertidos incluindo um extenso glossário de personagens, lugares e elementos essenciais de mitologia grega, e a história completa do nome mitológico de Percy




NÃO SE APEGA, NÃO
Isabela Freitas

Após uma série de romances frustrados, Isabela se propõe a ficar solteira durante um ano, para entrar em contato com seus próprios sentimentos e desejos, em vez de tentar de adaptar ao namorado da vez. A experiência de ficar sozinha - e feliz - se mostra desafiadora e complicada. Nem suas melhores amigas conseguem entender. Todas parecem estar completamente mergulhadas na fantasia cor-de-rosada busca pelo amor perfeito, enquanto no mundo real as meninas precisam lidar com caras insensíveis, conquistadores de balada até cascas de bananas deixadas por amizades traiçoeiras. Rindo da própria ingenuidade, Isabela põe os pés no chão, redescobre o amor-próprio e se prepara para encarar o amor sem dramas, sob as regras do desapego. Afinal, a vida real não lembra em nada os contos de fada, como ela conclui na marra.
Para quem não conhece, esse é o blog da Isabela: 





A VERDADE SOBRE O CASO HARRY QUEBERT
Joel Dicker

Aos vinte e oito anos Marcus Goldman viu sua vida se transformar radicalmente. Seu primeiro livro tornou-se um best-seller, ele virou uma celebridade e assinou um contrato milionário para um novo romance. E então foi acometido pela doença dos escritores. A poucos meses do prazo para a entrega do novo original, pressionado por seu editora e por seu agente, Marcus não consegue escrever nem uma linha.
Na tentativa de superar seu bloqueio criativo, Marcus decide passar uns dias com seu mentor, Harry Quebert, um dos escritores mais respeitados do país. É então que tudo muda. O corpo de uma jovem de quinze anos - desaparecida sem deixar rastros em 1975 - é encontrado enterrado no jardim de Harry, junto com o original do romance que o consagrou. Harry admite ter tido um caso com a garota e ter escrito o livro para ela, mas alega inocência no caso do assassinato.
Com o intuito de ajudar Harry, Marcus começa uma investigação por contra própria. Uma teia de segredos emerge, mas a verdade só virá à tona depois de uma longa e complexa jornada.





A GRANDE CAÇADA
SERIE A RODA DO TEMPO - LIVRO DOIS
Robert Jordan

Seguindo os eventos de O Olho do Mundo, o protagonista Rand al’Thor e seus companheiros, Mat e Perrin, partem em busca da Trombeta de Valere. Segundo lendas, o artefato tem o poder de reviver heróis, e eles podem ser de grande ajuda no combate às forças da Sombra. No entanto, há algo que Rand teme ainda mais do que a Sombra: ele sabe que está condenado à loucura e à morte e se pergunta se conseguirá ajudar seus amigos antes que isso aconteça ou se será ele próprio o responsável por destruí-los.
Ao mesmo tempo, Egwene e Nynaeve treinam para fazer parte da ordem de mulheres que podem manipular o poder que gira a Roda do Tempo, conhecidas como Aes Sedai. Estão as jovens destinadas a se tornarem inimigas de Rand al’Thor?




ELE ESTÁ DE VOLTA
Timur vermes

Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Vivo.
As coisas mudaram, não há mais Eva Braun, nem partido nazista, nem guerra. Hitler mal reconhece sua amada pátria, infestada de imigrantes e governada por uma mulher. As pessoas, claro, o reconhecem - como um imitador talentoso que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: o discurso de Hitler torna-se um campeão de audiência no YouTube, ele ganha o próprio programa de televisão e todos querem ouvi-lo. Tudo isso enquanto ele tenta convencer as pessoas de que sim, ele realmente é quem diz ser, e, sim, ele quer mesmo dizer o que está dizendo.

Ele está de volta é uma sátira mordaz sobre a sociedade contemporânea governada pela mídia. Uma história bizarramente inteligente, bizarramente engraçada e bizarramente plausível do ponto de vista de um personagem repulsivo, carismático e até mesmo ridículo, mas sempre fascinante. 



O MENINO DE VESTIDO
David Walliams

Do autor de Vovó Vigarista e Ratobúrguer

Dennis foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz: jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é atacante do time da escola e adora a revista Vogue.
Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola, alguns anos mais velha do que ele e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio da França. Mas o disfarce dura pouco, e os colegas do time de Dennis precisarão decidir o que é mais importante: quem você é ou a roupa que está vestindo.
www.intrinseca.com.br/davidwalliams




THE SHINING GIRLS
Lauren Beukes

Meninas que não deveriam morrer
encontram um assassino que não devia existir.

Harper Curtis é um assassino que vem do passado. Kirby Mazrachi é a garota que estava destinada a não ter um futuro. Chicago, 1931. Harper Curtis, um andarilho violento, invade uma casa abandonada que esconde um segredo tão chocante quanto improvável: quem entra ali é transportado no tempo. Instigado por um comando que parece vir da própria casa, Harper persegue as “meninas iluminadas” – garotas cuidadosamente escolhidas em diferentes décadas – com o objetivo de matá-las. Voltando no tempo após cada assassinato, seus crimes são perfeitos e impossíveis de serem rastreados. Ou pelo menos é o que ele pensa.
Chicago, 1992. Kirby Mazrachi viu sua vida ser destroçada após um ataque brutal que por pouco não a levou à morte. Incapaz de esquecer tal acontecimento, Kirby investe seus esforços em encontrar o homem que tentou assassiná-la. Seu único aliado é Dan, um ex-repórter policial que cobriu seu caso e agora aparentemente está apaixonado por ela. À medida que a investigação de Kirby avança, ela descobre outros casos semelhantes ao seu – e garotas que não tiveram a mesma sorte que ela – ligados por evidências que parece impossíveis. Mas, para alguém que deveria estar morto, impossível não significa que não tenha acontecido.



PASSARINHO
Crystal Chan

O avô de Joia parou de falar no dia em que matou o irmão dela, John. Os pais da menina o culparam pelo acidente de Passarinho - apelido que vovô dera ao menino - edisseram que ele trouxera má sorte para a família. Joia nunca conheceu Passarinho, pois ele se jogou de um penhasco no dia em que ela nasceu; mas, ainda assim, viveu sob sua sombra por muito tempo.
Agora, aos doze anos, ela mora em uma casa tomada por segredos, silêncio e culpa. Joia tem certeza de que nunca será tão amada quanto o irmão, até que conhece um menino misterioso em uma árvore. Um menino que também se chama John. O avô está convencido de que o novo amigo dela é um duppy - um espírito maldoso -, mas Joia sabe que isso não é verdade. Talvez em John esteja a chave para quebrar a maldição que recaiu sobre sua família desde que Passarinho morreu.




OS FORASTEIROS
SÉRIE DEUSES E GUERREIROS - LIVRO UM

O jovem Hylas tem uma vida pacata, pastoreando cabras nas montanhas com a irmã. Até o dia em que homens com armaduras, lanças de bronze e a pele escondida por uma camada escura de cinzas atacam os dois. Hylas escapa, mas a irmã desaparece, e caberá ao irmão encontrá-la tendo como únicos aliados Pirra, a filha rebelde da Sacerdotisa Suprema, e um golfinho chamado Espírito. Para complicar ainda mais, ele está sendo caçado por guerreiros de armaduras negras. Os forasteiros é o primeiro volume da série Deuses e guerreiros, que se passa na Idade do Bronze.







SILO
SÉRIE SILO - LIVRO UM
Hugh Howey

Em uma paisagem de destruição, mergulhada em uma o venenosa, uma comunidade sobrevive confinada em um gigantesco silo subterrâneo. São centenas de andares de profundidade onde homens e mulheres convivem em uma sociedade sem raízes, sem muita memória e severamente regulamentada. No entendimento de todos, as leis são sua única garantia de segurança.
Porém, uma decisão inesperada do xerife do silo, um homem responsável por fazer se cumprirem as leis, põe em xeque toda essa realidade: ele que ir lá fora.
Uma escolha que desencadeia os mais dramáticos acontecimentos e lança à luz discussões que a história oficial sempre mascarou. Conversas que ninguém ousava nem ao sussurrar. Palavras como levante.


RESTOS HUMANOS
Você conhece bem seus vizinhos? Saberia dizer se eles estão vivos ou mortos? Ao encontrar por acaso o corpo de uma vizinha em avançado estado de decomposição, Annabel Hayer, que trabalha com análise de informações para a polícia, fica horrorizada ao pensar que ninguém — e isso inclui ela mesma — sentiu falta daquela mulher. De volta ao trabalho, ela vasculha os arquivos policiais e encontra dados que mostram um aumento significativo de casos como aquele nos últimos meses em sua cidade. Conforme aprofunda a investigação, Annabel parece cada vez mais convencida de estar no rastro de um assassino, e é obrigada a enfrentar os próprios demônios e a própria fragilidade. Será que alguém perceberia se ela simplesmente desaparecesse? Um thriller psicológico extremamente perturbador, Restos humanos fala de nossos medos mais obscuros, mostrando como somos vulneráveis — e a facilidade com que vidas podem ser destruídas quando não há ninguém que se importe com elas. 



FAÇA BOA ARTE
Façam boa arte. Esse foi um pedido sincero de ninguém menos que Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”. Os conceitos libertadores defendidos para os alunos deram origem ao livro.
Gaiman teve a colaboração crucial do renomado designer gráfico Chip Kidd. A dupla abusa dos recursos gráficos e da metalinguagem para expressar o poder da criatividade. Gaiman alega que em qualquer área artística e de criação mesmo os erros que cometemos têm um grande potencial: com sensibilidade e muito trabalho, podem se transformar em brilhantes insights. Em relato pessoal, ele explica que certa vez, escrevendo Caroline em uma carta, inverteu de lugar o A e o O, e logo percebeu que Coraline parecia um nome de verdade. Um erro banal que, nas mãos do autor, tornou-se um fantástico acerto. Coraline é o título de um conto de fadas às avessas, publicado por Gaiman em 2002 e, mais tarde, adaptado para os cinemas. Uma história que conquistou milhares de novos admiradores para o trabalho do já aclamado autor.




RÉQUIEM

No desfecho da trilogia em que o amor é considerado uma doença, Lena é um importante membro da resistência contra o governo. Transformada pelas experiências que viveu, está no centro da guerra que logo eclodirá. Depois de resgatar Julian de sua sentença de morte, Lena e seus amigos voltam para a Selva, cada vez mais perigosa. Enquanto isso, Hana, sua melhor amiga de infância, foi curada. Ela leva uma vida segura e sem amor junto ao noivo, o futuro prefeito. Às vésperas do casamento e da eleição - cujo resultado pode dificultar ainda mais a vida dos Inválidos -, Hana se questiona se a intervenção realmente tem efeito. Vivendo em um mundo dividido, Lena e Hana narram suas histórias em capítulos alternados. O que elas não sabem é que, em lados opostos da guerra, suas jornadas estão prestes a se reencontrar.





O SEGREDO DO MEU MARIDO

Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. 




Brindes da turnê:






Desculpem-me pela resolução das fotos, estou sofrendo com a minha câmera. Agora quero saber o que vocês acharam dos lançamentos, eu estou louca para ler Silo, O Segredo do Meu Marido, Ele Está de Volta e A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert! :)